10/03/2021 às 15h18min - Atualizada em 10/03/2021 às 15h18min

"Não tenham medo de mim", diz Lula no primeiro discurso após anulação das condenações

Embora tenha dito que "é cedo" para pensar em candidatura, o petista não poupou críticas a Bolsonaro e se posicionou como a sua antítese

BBC Brasil
Reprodução / BBC NEWS
Em seu primeiro discurso após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que anulou as suas condenações na operação Lava Jato, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) falou menos sobre o processo ao qual responde na Justiça e mais sobre a situação do país.

"Se tem um brasileiro que tem razão de ter muitas e profundas magoas, sou eu. Mas não tenho", disse. "O sofrimento do povo brasileiro é maior do que qualquer crime que tenham cometido contra mim."

Lula falou sobre a pandemia, a importância da vacinação, agradeceu aos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), fez acenos às Forças Armadas e à Polícia, agradeceu a líderes internacionais, e falou sobre economia e distribuição de renda.

O ex-presidente teve um discurso mais conciliário do que aqueles que fez após sair da prisão e se aproximou de sua postura de quando era candidato. "Não tenham medo de mim", afirmou. "Eu sou radical porque quero ir à raiz dos problemas desse país."

Embora tenha dito que "é cedo" para pensar em candidatura para 2022, o petista não poupou críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e se posicionou como a sua antítese.

Confira as frases mais impactantes do discurso aqui.

Notícias Relacionadas »