17/11/2021 às 15h10min - Atualizada em 17/11/2021 às 15h10min

Empresário de PG lança livro com detalhes da prisão e segredos da 'Operação Saturno'

Na publicação, Barbiero fala sobre a prisão em decorrência da 'Operação Saturno', do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, em dezembro de 2020

Da assessoria
Foto: Divulgação
O empresário e comunicador João Barbiero lança no início de dezembro o livro ‘Morri pela metade, renasci por inteiro’. Na publicação ele fala sobre a prisão, em decorrência da Operação Saturno, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em dezembro de 2020, e relata os procedimentos internos e momentos que viveu nos dias em que passou no cárcere.

“Essa obra foi construída baseada numa história real com a participação de muitas mãos”, explica Barbiero. “Neste livro eu conto os mínimos detalhes do que aconteceu na  minha prisão, os momentos de angústia, os pensamentos que nortearam minha mente e como o cárcere pode mudar a visão e as prioridades de uma pessoa”, diz.

O prefácio da obra foi escrito pelo advogado, palestrante e professor Fernando Saraiva, que acompanhou o caso e defendeu Barbiero desde o momento em que ele teve o apartamento, onde mora com as filhas e a esposa, invadido pelos policiais do Gaeco nas primeiras horas da manhã de 15 de dezembro de 2020.

“Esse livro é um claro exemplo da força de João Barbiero, que, vitimado por uma equivocada interpretação de ligações telefônicas privadas e uma exagerada ação do GAECO de Ponta Grossa, em vez de cair em profunda depressão, resolveu nos brindar com essa obra que esmiúça os momentos terríveis de um preso. A narrativa inicia a partir do instante em que seu lar foi invadido por policiais e pelo promotor de justiça, ainda no raiar de um dia”, afirma Saraiva.

“Espero ajudar alguém, alegrar alguém, despertar alguém ou simplesmente que seja um passatempo, uma leitura sobre uma pequena e curiosa história”, conclui Barbiero.

O livro deve ser lançado oficialmente no dia 5 de dezembro e estar disponível ao público na Livrarias Curitiba, do Shopping Palladium Ponta Grossa, a partir do dia 7.

Trechos 

“(...) quando abro os olhos, ainda deitado na nossa cama, eu, minha esposa e nossa filha menor, me deparo com dois homens armados.”

 
***

“(...) alguns passos à frente, a minha outra paixão, minha filha, de 11 anos, vinha ao meu encontro. Ten­tei dizer a ela que eu iria só dar um depoimento e já voltava, e ela desesperada, abraçada em mim, me disse: 'Pai, eu ouvi e entendi, eles te prenderam'”
 
***

“Entrei e aquela porta que tinha o número 27 ran­geu, bateu forte e fechou, eu estava definitivamente preso...”
 
***

“Fiquei deitado, coloquei uma camiseta sobre o meu rosto como fuga pra não enxergar onde estava e às vezes (com o canto do olho) olhava pra aquele Jesus escrito na parede e pedia a ele para me ensinar a carregar aquela cruz.”


Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!