13/03/2021 às 08h44min - Atualizada em 13/03/2021 às 08h44min

Aliel propõe recontratação de médicos cubanos como reforço no enfrentamento à pandemia

Em reunião com o ministro Eduardo Pazuello, parlamentar também conquistou recursos para o Hospital Universitário

Da assessoria
Foto: Divulgação
O deputado federal Aliel Machado (PSB) anunciou nesta sexta-feira (12) a conquista de recursos para auxiliar hospitais no combate à Covid-19. A decisão foi tomada após reunião de parlamentares paranaenses com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na última quinta-feira e publicada em uma portaria do ministério. De acordo com o documento, o Hospital Universitário (HU-UEPG) está incluído no plano financeiro. O parlamentar também apresentou propostas para viabilizar a ampliação do corpo de médicos em enfrentamento à pandemia. Três Projetos de Lei criam alternativas para reincorporação de profissionais que trabalharam em programas anteriores.

Durante a conversa com o ministro, Aliel expôs a dificuldade que os municípios estão enfrentando e a necessidade de ações para auxiliar os hospitais que atendem casos de Covid. "Vivemos um momento muito grave. Faltam leitos de UTI, os profissionais estão exaustos e as pessoas estão sofrendo à espera de vaga. Por isso cobrei do ministro ações efetivas e imediatas para ampliar o atendimento e também para socorrer financeiramente as instituições. A autorização para o credenciamento de leitos do HU é de fundamental importância para a prestação do serviço ", revela Aliel.

De acordo com a portaria, o Ministério da Saúde autoriza leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atendimento exclusivo dos pacientes COVID-19 e estabelece recurso financeiro do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde - Grupo Coronavírus (COVID 19), a ser disponibilizado aos Estados e Municípios.

Ainda na reunião, o parlamentar ponta-grossense fez a cobrança por mais vacinas, principalmente por termos de cooperação para aquisição de mais imunizantes, e também fez o pedido de estruturação dos hospitais que atendem os casos de Covid-19. De acordo com Aliel, o Ministério da Saúde precisa ser mais ágil.

Projetos

Em outra frente, o parlamentar apresentou três propostas para amenizar a falta de médicos nesse momento grave da pandemia. Segundo o deputado, um levantamento mostra que há 1.800 médicos estrangeiros no país, especialmente cubanos, que permanecem aqui apesar do fim da parceria entre os Governos.

Os Projetos de Lei apresentados pelo deputado visam recontratar os profissionais que já atuaram no país durante esse período de calamidade pública. Em uma delas, Aliel propõe uma alteração na "Lei da Covid-19", autorizando a contratação por esse período; em outra frente, propõe a alteração na Lei dos Mais Médicos e do Médicos pelo Brasil; e uma terceira proposta acrescenta artigos na Lei que dispõe os Conselhos de Medicina para incluir excepcionalidade da contratação desses profissionais durante o estado de calamidade e ou decretação de pandemia, como a que vivemos agora.

"Temos conversado com gestores de hospitais e prefeitos e sabemos que há uma falta de profissionais. Nossa proposta é trazer novamente para a linha de frente, nesse momento grave, os profissionais que já atuaram no país e que permanecem aqui, sem trabalho. Vivemos um momento de excepcionalidade, ultrapassamos a triste marca de 2 mil mortos por dia, e tudo deve ser feito para amenizar a falta de atendimento às pessoas", justifica Aliel. 

Notícias Relacionadas »