30/11/2021 às 15h54min - Atualizada em 30/11/2021 às 15h54min

VCG envia nova proposta de parcelamento do 13º para colaboradores

Caso seja aceita, nova proposta pode pôr fim ao estado de greve decretado ontem (29); veja mais detalhes

Da redação
Foto: Divulgação
Após ser notificada oficialmente sobre o estado de greve decretado pelo Sintropas, sindicato que representa a categoria dos trabalhadores do transporte coletivo de Ponta Grossa e região, a Viação Campos Gerais (VCG) enviou nova proposta de parcelamento do 13º salário nesta terça-feira (30). 

A proposta reduz para quatro o número de parcelas do pagamento, ficando do seguinte modo: 30% no dia 30 de novembro; 30% no dia 20 de dezembro; 20% no dia 20 de janeiro de 2022; e 20% no dia 20 de fevereiro de 2022. Com isso, os colaboradores, caso aprovem a nova proposta, receberiam 60% do valor até o dia do Natal. 

A proposta anterior, comunicada aos colaboradores nesta segunda-feira (29), previa o pagamento do 13º em cinco parcelas, sendo 25% no dia 30 de novembro; 25% no dia 20 de dezembro; 16,66% no dia 20 de março de 2022; 16,66% no dia 20 de abril de 2022; e 16,66 no dia 20 de maio de 2022. 

A decisão dos trabalhadores será divulgada na próxima quinta-feira (2), após realização de assembleia convocada pelo sindicato.  


Estado de greve 

Durante assembleia realizada ontem pelo Sintropas, a maior parte dos trabalhadores da concessionária decidiu decretar estado de greve, em recusa à primeira proposta de pagamento do 13º salário oferecida pela empresa. 

A assembleia fez parte das negociações para o reajuste salarial da data-base de 2021-2022. Cinco urnas foram distribuídas ao total, sendo quatro nos terminais do transporte coletivo de Ponta Grossa e uma na sede da VCG. A contagem dos votos aconteceu após o fechamento das urnas.

Com a decisão, o sindicato encaminhou hoje um ofício à Prefeitura e à empresa, comunicando oficialmente ambas sobre a deflagração do estado de greve. Após isso, os trabalhadores da empresa podem realizar uma paralisação total ou parcial em até 72 horas, caso não aceitem a nova proposta.

Como a categoria entrou em estado de greve, isso significa que os ônibus continuarão a circular normalmente nos próximos dias, podendo parar a qualquer momento até a próxima sexta-feira (3).  

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!