16/03/2021 às 16h40min - Atualizada em 16/03/2021 às 16h40min

FOTOS: Profissionais do Hospital Universitário recebem benção do Padre Wilton: "Luz linda"

Além da visita do sacerdote, o HU-UEPG e o Humai têm recebido várias homenagens da comunidade religiosa

Da assessoria
Foto: Divulgação / UEPG
No início da tarde desta terça-feira (16), profissionais do Hospital Universitário da UEPG e do Hospital Materno-Infantil (Humai-UEPG) receberam a benção do Padre Wilton Moraes Lopes, fundador e sacerdote da Copiosa Redenção.

Em frente aos hospitais, o padre orou pelos profissionais de saúde. No HU-UEPG, o diretor técnico do Hospital, Ricardo Zanetti, e servidores da área administrativa estiveram presentes na benção. Profissionais da saúde também acompanharam a benção pelas janelas do Hospital.

O Padre Wilton administrou a benção de dentro de um carro, em atenção às medidas de distanciamento. “Saúde para vocês. Estamos todos rezando por vocês!”, rogou o padre. Zanetti recebeu a benção em nome de todos os profissionais. “Nesse momento, um conforto espiritual é necessário e fundamental”, reflete Zanetti. “Em alguns momentos, não sabemos que caminho seguir e de repente aparece uma luz linda como essa”.

No Humai, quem representou os servidores foi Thalita Fonseca Celinski, coordenadora da Maternidade, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida em mãos. “Eu estava ali com a minha santinha na mão pensando na minha equipe, nos meus colegas e todos os profissionais do HU, porque dói, dói na gente”, comenta Celinski. “Eu tava pedindo um pouco de paz para mim e meus colegas; nos dar conforto, força, clareza. Eu senti todos os profissionais de saúde”.

Além da visita do sacerdote, o HU-UEPG e o Humai têm recebido várias homenagens da comunidade religiosa. “Temos recebido cartas de membros de comunidades religiosas, especialmente crianças, muito tocantes, que nos emocionam e incentivam”, conta a chefe de serviço social do Hospital, Inês Chuy Lopes. As comunidades também fazem orações na frente do Hospital Universitário e enviam presentes e lanches para os profissionais.

“Sentimos muito afeto com esses atos. É uma forma da comunidade nos abraçar e consolar nesse momento tão tenso. Realmente, por meio destas ações sentimos a mão de Deus a nos sustentar”, afirma Inês. Mais informações sobre como ajudar os profissionais do HU-UEPG no combate ao coronavírus estão disponíveis no site uepg.br/covid19.

Confira os registros: 














Notícias Relacionadas »