28/01/2022 às 14h48min - Atualizada em 28/01/2022 às 14h48min

PG terá mais de 1.000 oportunidades de trabalho para a próxima semana

Cerca de 500 vagas serão para início das obras da Maltaria Campos Gerais

Da assessoria
Foto: Divulgação
A partir de segunda-feira (31), a Prefeitura de Ponta Grossa disponibilizará mais de 1000 vagas de emprego, através da Agência do Trabalhador. Serão mais de 500 vagas ofertadas para a construção civil, que marca o início dos investimentos da Maltaria Campos Gerais, na cidade.

Para a prefeita Elizabeth Schmidt estes números demonstram que o momento econômico de Ponta Grossa está em evolução mesmo em tempos duros de pandemia. "Este recorde é reflexo deste cenário diferenciado que vivemos, diferente de outras cidades do Paraná e do Brasil. Somos referência no interior do Paraná em recolhimento de ICMS, o que demonstra que a cidade está produzindo, empregando e gerando riquezas, mesmo com todas as dificuldades. Damos as boas-vindas para a Maltaria Campos Gerais que alavancou, já no início do ano, a oferta de trabalho em Ponta Grossa", comenta Elizabeth.

De acordo com a Agência do Trabalhador, a próxima semana inicia com 355 vagas já previstas para diversas áreas, 30 vagas para o setor de produção com disponibilidade de viagem, 75 vagas de estágio para cursistas de ensino técnico e ensino superior, bem como as 545 vagas para a construção civil para o início das obras da Maltaria Campos Gerais.

O secretário José Loureiro Neto relata que a seleção das vagas do setor da construção civil ocorrerá de forma fracionada por funções e por dias da semana. De segunda a quarta-feira (31/01 a 02/02) serão selecionadas, na sede da Agência do Trabalhador, as vagas para serventes de obra, para ambos os gêneros.

"Trabalharemos no sistema de senhas limitadas a 300 pessoas por dia e todos os interessados nas vagas serão atendidos. Se necessário, aumentaremos os dias para cadastramento. Respeitaremos as medidas de saúde para o combate à Covid 19, como o distanciamento entre as pessoas, o uso de máscara e álcool em gel", destaca Loureiro.

Maltaria Campos Gerais

A estimativa é da Maltaria Campos Gerais, de responsabilidade do consórcio de Intercooperação na fábrica de malte, formado por seis cooperativas da região, gerar mais de seis mil empregos diretos e indiretos e investir aproximadamente R$ 3 bilhões na cidade, até 2032. A planta começará a ser construída em breve, em uma área às margens da PR-151, em direção a Castro.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!