17/03/2021 às 15h03min - Atualizada em 17/03/2021 às 15h03min

Conheça o homem que é permanentemente imune à COVID-19 por ter "super anticorpos"

Escritor é imune até às novas -- e mais perigosas -- variantes do vírus

Da redação, com informações da 'BBC NEWS Brasil'
Reprodução / BBC NEWS
O escritor americano John Hollis, de 54 anos, morava com um amigo que contraiu a COVID-19. Apesar de toda a proximidade, ele não foi contaminado. Ao relatar o caso a um colega de trabalho e pesquisador, Lance Liotta, o escritor recebeu um convite para participar de um estudo científico sobre o Coronavírus.

No decorrer do processo, Liotta descobriu que Hollis não só não havia sido contaminado pelo Coronavírus, como também possuía "super anticorpos" que o tornavam permanentemente imune à doença. Segundo a BBC Brasil, os resultados dos testes apontaram que os vírus entraram no corpo de Hollis, mas não conseguiram infectar as suas células e deixá-lo doente. Surpreendente, não?

Em entrevista à emissora, Hollis relatou a experiência vivida durante os testes como "muito assustadoras". "Por duas semanas eu esperei a doença me atingir, mas nunca aconteceu", conta o escritor.

Diferentes

“Uma pessoa que entra em contato com o vírus pela primeira vez demora certo tempo até que o corpo consiga produzir esses anticorpos específicos, o que permite que o vírus se espalhe. Mas os anticorpos de Hollis são diferentes: eles atacam diversas partes do vírus e o eliminam rapidamente. Eles são tão potentes que Hollis é imune inclusive às novas variantes do coronavírus”, explica Liotta.

Além de receber uma boa notícia, o escritor ainda poderá continuar colaborando com a ciência no enfrentamento à pandemia. "Nós coletamos o sangue de Hollis em diferentes momentos e agora ele é uma mina de ouro para estudarmos diferentes formas de atacar o vírus", diz o cientista.

 
Notícias Relacionadas »