28/02/2022 às 10h44min - Atualizada em 28/02/2022 às 10h44min

Estado já liberou mais de R$ 24 milhões em subsídios habitacionais para Ponta Grossa

Repasse de recursos vai ajudar 1.625 famílias a conquistarem uma casa própria na cidade

Da assessoria
Foto: Divulgação Cohapar
Ponta Grossa é uma das principais cidades beneficiadas até o momento pela modalidade de concessão de subsídios do programa Casa Fácil Paraná. A iniciativa, que prevê o repasse de recursos para abatimento de financiamentos imobiliários da Caixa Econômica Federal, já soma cerca de R$ 24,4 milhões de investimento do Governo do Estado para o município, na região dos Campos Gerais.

A iniciativa é coordenada pela Cohapar e consiste na concessão de R$ 15 mil por família a ser utilizado como parte da entrada da compra dos imóveis. O desconto é concedido em moradias inclusas em empreendimentos habilitados pelas construtoras em um Chamamento Público aberto pela companhia

Desde o lançamento da modalidade, em 2020, a Cohapar homologou 15 empreendimentos habitacionais em Ponta Grossa. Eles totalizam 1.625 casas e apartamentos com a condição facilitada de pagamento oferecida pelo governo estadual.

Segundo o chefe do escritório regional da Cohapar em Ponta Grossa, Ary Ribeiro, os números se devem, em grande parte, ao aumento da atividade econômica na cidade.

“A cidade é um polo de emprego, com várias indústrias sendo instaladas, e isso faz com que famílias venham de outras cidades para cá e as construtoras estão atentas a isso”, explica. “Temos obras começando e outras em estágio final e muita gente trabalhando nos canteiros, então são muitos empregos gerados rapidamente”, acrescenta.  

Como participar

É possível fazer a consulta de todos os empreendimentos disponíveis na cidade através do link cohapar.pr.gov.br/ponta-grossa. Nas páginas de cada empreendimento há mais informações sobre os projetos, como metragem, modelo e valores dos imóveis, endereço e outros benefícios disponíveis.

Outra opção é fazer a inscrição no cadastro de pretendentes da Cohapar para ser notificado via e-mail quando houver novos empreendimentos habilitados no município.

A iniciativa é destinada a pessoas com renda familiar de até três salários mínimos ao mês. Conforme reajuste do valor base efetivado pelo governo federal em janeiro, o limite para adesão ao programa passou a ser de R$ 3.636.

Além do critério financeiro, os interessados não podem possuir casa própria ou terem sido beneficiados por outros programas habitacionais da União ou do Estado anteriormente. A aprovação do financiamento também estará sujeita a uma análise de crédito feita pela Caixa.

Após a análise, os recursos são repassados diretamente pela companhia ao banco em nome dos beneficiados para abatimento direto do valor de entrada. O modelo, definido previamente em discussões com o governo federal e a iniciativa privada, garante a rapidez e a lisura do processo.

Atendimento

De acordo com o chefe da Cohapar, Ary Ribeiro, a procura tem aumentado, mas os interessados podem obter auxílio sobre o programa e os empreendimentos através das próprias construtoras ou via regional da companhia. “Eles podem buscar o auxílio da Cohapar pelo telefone (42) 3219-2950, que também funciona via WhatsApp. O atendimento está disponível das 9h às 12h e das 13h30 às 17h30”, informa Ribeiro.

O Escritório da Cohapar em Ponta Grossa fica na Rua do Rosário, 310, no Centro. Para atendimento presencial é necessário fazer agendamento prévio por telefone ou WhatsApp.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!