16/03/2022 às 09h05min - Atualizada em 16/03/2022 às 09h05min

Academia de Letras dos Campos Gerais empossa talento da música e literatura nesta quinta-feira (17)

Dirigida a acadêmicos e convidados, a sessão magna da ALCG, também comemorativa aos 23 anos de sua fundação, acontece no Auditório do SESC – Estação Saudade

Da assessoria
Foto: Divulgação
Em solenidade programada para quinta-feira, dia 17, a Academia de Letras dos Campos Gerais (ALCG), sob a presidência de Neuza Helena Postiglione Mansani, promove a posse do escritor, músico e professor Douglas Passoni de Oliveira, eleito como Segundo Ocupante da Cadeira Nº 8 da entidade, que tem como patrono Bento João D’Albuquerque Mossurunga, Oney Barbosa Borba (membro fundador) e Wilson Jerônymo Comel (primeiro ocupante). Dirigida a acadêmicos e convidados, a sessão magna da ALCG, também comemorativa aos 23 anos de sua fundação, acontece no Auditório do SESC – Estação Saudade, com início às 19h, dentro dos protocolos exigidos pela saúde pública.

Com vocação latente para a Música, desde tenra idade, Douglas Passoni de Oliveira começou a estudar piano com a professora Clery Zeni de Oliveira, ainda em Palmeira (PR), sua terra natal. Na turma 2007/2010, ele concluiu Licenciatura em Música pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com outorga de ‘láurea acadêmica’. Mais adiante, Douglas realizou pós-graduação em Metodologia do Ensino da Música pela Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras (Facel), em 2012.

Trajetória consagrada

Em 2008, o músico Douglas Passoni recebeu do Instituto Histórico e Geográfico de Palmeira (IHGP) a ‘Condecoração ao Mérito Cultural’ pelo desenvolvimento de atividades de registro e resgate da música de Palmeira. No mesmo ano, tornou-se membro efetivo do referido Instituto, ocupando a Cadeira Nº 52, tendo como patronesse Maria Eunice Baptista Ceccatto, pianista e compositora palmeirense. Em 2015, ele recebeu a ‘Cruz da Honorífica Ordem da Freguesia Nova’, elevando-o ao ‘Grau de Cavaleiro Maior’. 

Numa carreira cada vez mais ascendente, Douglas Passoni de Oliveira recebeu, em 2018, o ‘Prêmio Jacob Holzmann de Música’, resultado da votação ocorrida na 19ª Conferência Municipal de Cultura de Ponta Grossa, fruto do reconhecimento da Prefeitura de Ponta Grossa, através da Fundação Municipal de Cultura e do Conselho Municipal de Política Cultural, pelo trabalho realizado na área da Música e contribuição ao processo de desenvolvimento cultural da cidade. Em 2019, recebeu o grau de ‘Emissário da Música’, com a outorga da ‘Cruz do Bicentenário de Palmeira’, sua cidade natal. Passoni também foi indicado ao ‘Prêmio Profissionais da Música 2020’, na categoria Instrumentista Erudito Masculino, na qual pontifica atualmente entre os cinco finalistas. 

Em sua plena juventude de 32 anos, Douglas Passoni já atuou como professor de piano e diretor artístico do Conservatório Maestro Paulino Martins Alves (Ponta Grossa) ao longo dos anos de 2011 e 2020, assim como cantou no naipe dos baixos pelo ‘Coro Cidade de Ponta Grossa’ entre 2009 e 2020. Atualmente, ele desenvolve atividades como diretor artístico do Centro Cultural Professor Faris Michaele e assessor técnico e de pesquisa do Instituto Piano Brasileiro (Brasília/DF). Douglas dedica-se a pesquisas na área da música brasileira, sobretudo, da música produzida nos Campos Gerais, resgatando compositores dos séculos XIX e XX. Passoni inclui também em seu currículo dois livros com obras para piano de Gabriel de Paula Machado (Ponta Grossa) e de Maria Eunice Baptista Ceccatto (Palmeira), ambos publicados em 2012. Com frequência, ele publica textos sobre efemérides musicais da região e suas diversas outras linhas de pesquisa.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!