08/04/2022 às 17h17min - Atualizada em 08/04/2022 às 17h17min

Feira da Barão Especial de Páscoa iniciou nesta sexta-feira em PG

Neste fim de semana, o evento contará com venda de produtos em horário especial, das 10h às 22h

Da assessoria
Foto: Divulgação
A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, promoveu nesta sexta-feira (08) a solenidade de abertura no primeiro dia da Feira da Barão Especial de Páscoa. Realizadas na Praça Barão do Rio Branco, as atividades nos três dias encerram às 22 horas.

Com direito à decoração temática e até mesmo presença do Coelhinho da Páscoa, a Feira da Barão conta com a presença de quase 200 feirantes, que vendem artesanatos, plantas, alimentos, chocolates e outros itens que fazem menção à data. Neste sábado (09) e domingo (10), os feirantes voltam a expor produtos no local, em horário estendido, das 10h às 22h.

"Quem está passando pelo Ponto Azul consegue perceber a diferença que o colorido da Feira da Barão e a decoração especial fazem. Passamos por um dos momentos mais difíceis da nossa história, com a pandemia. A gente quer que esse evento, com essa temática tão especial, venha marcar um recomeço nas nossas vidas. Ficamos muito felizes com a organização e, principalmente, com a dedicação dos feirantes", comemora o vice-prefeito de Ponta Grossa, Capitão Saulo. 

Complemento de renda para os feirantes

De acordo com Thayssa Munique de Souza, estudante de artes visuais e expositora da Feira da Barão há seis meses, a iniciativa contribui com o orçamento mensal cerca de 200 feirantes no local. "Eu vendo artesanatos na Feira da Barão desde quando começou. Iniciei vendendo apenas alguns vasinhos, mas passei a produzir vários tipos de artesanatos. A feira contribui bastante com a renda dos expositores, já que as pessoas sempre passam por aqui e acabam comprando alguma coisa. Desse jeito, o evento tem tudo para crescer", diz.

"A Feira da Barão é um projeto pós-pandemia que está sendo executado para contribuir com os feirantes da cidade. A partir do evento eles terão a oportunidade de crescer como empresários e até mesmo gerar empregos, fomentando o crescimento de Ponta Grossa", diz José Loureiro Neto, secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional.

Para a dona Elmir Ruppel, que possui duas barracas na Feira da Barão e vende seus produtos para arrecadar recursos para uma instituição beneficente da cidade, a iniciativa é importante para o giro da economia local. "Ficamos muito felizes quando o evento voltou, depois da pandemia. O isolamento mexeu muito com o psicológico das pessoas. Sem contar que, para muitas pessoas, essas feiras significam um ânimo a mais para a vida social", pontua.

Aos moldes da Feira do Largo da Ordem em Curitiba, a versão ponta-grossense tradicionalmente comercializa roupas, bijuterias, calçados, bolsas, brinquedos, quadros, pinturas em geral, cerâmicas, bordados, arranjos de flores, sabonetes, velas, embalagens, sucatas em ferro ou vidro, origami, utensílios de cozinha e outros de uso doméstico, de modo geral, como também cultivo de flores e plantas em vaso.

Além dos artesanatos e produtos em geral, a população também pode comprar lanches nos food trucks do evento. Os estabelecimentos oferecem serviço de delivery pelo WhatsApp (42) 99863-3035, ou por telefone.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!