10/05/2022 às 14h37min - Atualizada em 10/05/2022 às 14h37min

Site traz informações e jogo sobre Parque dos Campos Gerais

Projeto é desenvolvido pela professora da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Jasmine Moreira

Da assessoria
Foto: Divulgação
Já está disponível na internet o site https://jogodamemoriapncg.com.br/ que traz informações a respeito do Parque Nacional dos Campos Gerais. Nele está disponível para jogar de forma virtual e gratuita um jogo da memória direcionado ao público infantil com peças sobre elementos característicos da região do Parque. O site ainda tem informações sobre o patrimônio cultural e natural dos Campos Gerais.
 
O projeto é desenvolvido pela professora da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Jasmine Moreira. Foi realizado através do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná (PROFICE), com patrocínio da Continental do Brasil e coordenação da ABC Projetos Culturais.
 
Como parte do projeto, as escolas da rede municipal de Ponta Grossa já estão recebendo um kit com um livreto e um jogo da memória, contendo elementos característicos do patrimônio da região e informações adaptadas em linguagem acessível para o público infantil. Cada escola recebe 10 jogos, totalizando 900 kits doados, além de 400 para o Sistema Estadual de Bibliotecas da Secretaria Estadual de Educação, 200 para os patrocinadores e 500 para o Laboratório em Turismo em Áreas Naturais, que desenvolve várias ações de educação patrimonial.
 
“Todo conteúdo também estará disponível no site do projeto, onde teremos o jogo para jogar online, o livro para baixar e mais informações sobre o parque”, explica Jasmine. O Parque Nacional dos Campos Gerais (PNCG) é uma Unidade de Conservação (UC) localizada nos municípios de Ponta Grossa, Castro e Carambeí, no Paraná. 
 
Criado em 2006, o Parque visa assegurar a proteção dos recursos naturais, plantas, animais, rios e belezas cênicas. Seu objetivo é preservar e conservar os campos nativos e as florestas de Araucárias que existem na região, além de proteger espécies ameaçadas de extinção. 
 
A idealizadora do projeto defende que o patrimônio natural de nossa região é muito especial e tem muitas particularidades, por isso há a necessidade da conservação deste patrimônio, bem como a conscientização da comunidade em relação à essa importância. “Jogos como esse são atividades interpretativas a serem realizadas como meio de Educação Ambiental. O jogo foi criado também pelo fato de que muitos moradores da região não conhecem o próprio patrimônio que possuem”, ressalta Jasmine, que é pós-doutora pelas Universidades de Zaragoza (Espanha) e West Virginia (Estados Unidos).
 
Como contrapartida social, a professora irá realizar a capacitação de professores e pedagogos das escolas municipais e os pesquisadores do Laboratório de Turismo em Áreas Naturais irão ministrar palestras nas escolas da cidade.  

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!