24/03/2021 às 11h11min - Atualizada em 24/03/2021 às 11h11min

​Secretário do PR propõe “lista suja” para quem for pego em festas clandestinas

Deputado licenciado também defende que pessoas cumpridoras da lei tenham prioridade em UTIs

Da redação, com informações do 'Banda B'
Foto: Divulgação / AEN
O secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, encaminhou nesta terça-feira (23) uma proposta de criação da chamada “lista suja da COVID” para os ministérios da Saúde e da Justiça do governo federal. Conforme noticia o ‘Banda B’, a ideia é que o nome de pessoas que forem flagradas em festas clandestinas seja incluso na lista para que o culpado sofra as consequências.

“Encaminhei uma proposta que me parece absolutamente necessária e urgente neste momento da pandemia, em que algumas pessoas – para ganhar dinheiro fácil ou se divertir – se negam a compreender a situação que estamos enfrentando”, explicou o deputado licenciado. Leprevost também defendeu a adoção de medidas mais rigorosas em relação ao tratamento da doença. “Caso precisem de UTI [Unidade de Terapia Intensiva] ou respiradores, a prioridade deve ser dada à pessoa que não foi ou promoveu estas festas”, argumentou.

No entanto, o secretário ressalta que a medida não visa negar tratamento, o que, na visão dele, seria um ato “desumano”. “Não se nega tratamento, mas se prioriza quem cumpre a lei”, completou Leprevost, que disse esperar a compreensão das autoridades federais quanto à aceitação da proposta. 

Notícias Relacionadas »