25/03/2021 às 15h15min - Atualizada em 25/03/2021 às 15h15min

Prefeitura de PG lança plataforma de cadastramento para vacinação contra COVID-19

Neste primeiro momento, quem deve se cadastrar são os idosos de 72, 73 e 74 anos

Da assessoria
Foto: Divulgação
Com o objetivo de agilizar o processo de vacinação, evitando aglomerações e trazendo mais segurança ao público-alvo, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa desenvolveu uma plataforma de cadastramento das pessoas que estão sendo chamadas para receber a imunização contra o Coronavírus. O sistema está disponível na página oficial da Fundação Municipal de Saúde (FMS) (clique aqui). Neste primeiro momento, quem deve se cadastrar são os idosos de 72, 73 e 74 anos.

“Estamos fazendo e estudando alternativas de continuar melhorando o processo de vacinação no município. Reunimos os secretários municipais para discutir e encontrar meios de aplicar e dar início neste projeto piloto. Acreditamos que as equipes que trabalham com a imunização e a população que está sendo convocada a vacinar sentirão mais agilidade e facilidade no processo de receber a vacina”, comenta a prefeita, Elizabeth Schmidt. 

A FMS já está preparando uma nova ação de vacinação neste final de semana, por isso os cadastros pela plataforma devem ser realizados até amanhã (26), às 22h. “As ações nos finais de semana tem apresentado resultados satisfatórios, a população tem respondido de forma positiva às atividades de imunização que são realizadas aos sábados. Vamos fazer um novo mutirão, para um público específico, e desta vez já poderemos contar com a nova ferramenta para auxiliar nossas equipes e moradores da cidade”, diz o presidente da FMS, Rodrigo Manjabosco. 

A população deverá entrar no site da Prefeitura, ir até o banner de cadastro e clicar para dar início ao processo. Ao todo serão 14 locais de vacinação a disposição. O cidadão deverá escolher um dos locais e o próprio sistema irá direcionar o horário que ele deve comparecer no local. “Cada local terá um quantitativo de doses para aplicar, sempre que um local for escolhido o sistema dará baixa no estoque, evitando que o cidadão faça o cadastro onde não tem mais doses”, explica Manjabosco. As pessoas que não tiverem acesso à internet devem procurar sua Unidade Básica de Saúde (UBS), o cadastro será feito por lá.  

De acordo com a FMS quem não conseguir se cadastrar por falta de doses não deve se preocupar. “Nós vamos abrir os cadastros de acordo com o quantitativo de doses que formos recebendo da Regional de Saúde. Sempre que chegar mais doses, abriremos o cadastro para um público específico”, completa Manjabosco.

Notícias Relacionadas »