09/06/2022 às 16h01min - Atualizada em 09/06/2022 às 16h01min

Equipe de Cardiologia e Hemodinâmica da Santa Casa realiza procedimento inédito em PG

Técnica utilizada nos EUA e Europa pode levar a cura de arritmia cardíaca

Da assessoria
Foto: Divulgação
A Cirurgia de Correção de Arritmias por Crioablação foi realizada nesta quarta-feira (8) pela primeira vez na cidade de Ponta Grossa, no Hospital Santa Casa, pelos cardiologistas eletrofisiologistas Dr Ricardo Fernandes Ribeiro Fraiz (CRM 21882) e Dr Diego Jantsk (CRM 28539).

A causa da arritmia desta paciente era a Síndrome de Wolff Parkinson White, onde há um feixe elétrico anômalo que conecta os átrio e ventrículo do coração, causando crises de arritmia cardíaca. “Neste caso tinha um agravante, o feixe era próximo do sistema normal de condução. A técnica mais utilizada é a radiofrequência, que elimina o feixe por calor, porém o risco usando esta técnica, seria lesionar o feixe anômalo e sistema de condução normal, pela proximidade”, explica o Dr Ricardo.

Para reduzir o risco, há indicação de uma técnica muito utilizada nos EUA e Europa, a Crioablação, onde os médicos introduzem um cateter (resfriado a uma temperara de -72°) pela virilha, e na ponta do cateter uma pedra de gelo formada por nitrogênio cauteriza a via acessória até que ela perca a capacidade de emitir impulsos elétricos. “Há mais segurança em eliminar o feixe anômalo e menor risco de lesionar o feixe normal do paciente, tendo mais segurança e podendo levar a cura da arritmia da paciente”, finaliza o profissional.

O procedimento foi realizado no setor de Hemodinâmica da Instituição, o qual oferece um tratamento completo da consulta ao procedimento cirúrgico, com profissionais altamente qualificados, utilizando técnicas que trazem melhorias para a saúde dos Campos Gerais.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!