26/03/2021 às 19h13min - Atualizada em 26/03/2021 às 19h13min

​Bebês estão entre as maiores vítimas de violência infantil durante a pandemia no PR

Dados do Comitê Protetivo mostram que bebês de até um ano representam 7,3% dos 2.773 casos registrados neste ano

Da assessoria
Foto: Freepik
Relatórios divulgados pelo Comitê Protetivo mostram que os índices de violência contra a criança e o adolescente, durante a pandemia, no Paraná, são alarmantes. De 1° de janeiro a 23 de março deste ano, foram 2.773 ocorrências. Ao todo, 2.977 crianças e adolescentes foram vítimas de algum tipo de violência. As maiores incidências de vítimas são bebês de até 1 ano (220 casos), seguidas por adolescentes com 14 anos (251), 15 anos (331), 16 anos (342) e 17 anos (378), segundo dados da Secretaria da Segurança Pública do Paraná (SESP).

O Comitê é uma iniciativa do Conselho de Supervisão e Coordenadoria da Infância e Juventude (CONSIJ/CIJ), do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), em parceria com a Secretaria de Segurança Pública (SESP), a Secretaria de Justiça e Família (SEJUF/FORTIS), a Secretaria de Estado de Saúde (SESA), a Secretaria Estadual de Educação (SEED), Ministério Público, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil/PR, Conselho Estadual de Direitos (CEDCA), Associação dos Municípios, Conselho Tutelares, entre outros órgãos representativos da rede de proteção.

Notícias Relacionadas »