15/07/2022 às 10h51min - Atualizada em 15/07/2022 às 10h51min

Prefeitura afirma que mudanças otimizaram o transporte coletivo em PG

Mais de 80 medidas no sistema de transporte coletivo interferem em aumento de utilização pela população

Da assessoria
Foto: Divulgação
Desde janeiro deste ano de 2022, a Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria de Infraestrutura e Planejamento promoveu cerca de 80 alterações no sistema de transporte coletivo, envolvendo mudanças de rotas, horários e categorias de veículos, com intuito de adequar o sistema ao uso e necessidade dos passageiros.  Somente em julho, foram 14 modificações para melhorar a experiência do cidadão.

Para a prefeita Elizabeth Schmidt, o transporte coletivo de Ponta Grossa passa por uma fase de transformação para melhor atender a população com a redução de tempo de espera, como também na diminuição no tempo dentro ônibus. "As medidas tomadas passam por estudos e avaliações diárias do Departamento de Transporte, sendo embasadas em evidências e também ouvindo a população. Com isso, estamos desenvolvendo um modelo de atendimento dinâmico e eficiente", disse Elizabeth.

O secretário de Planejamento, Henrique do Vale, comenta que o modelo de transporte coletivo avança em Ponta Grossa com o objetivo de redistribuir e melhorar a rede de atendimento, ou seja, dar mais possibilidades de destinos e horários ao usuário.  "Como exemplos disso, podemos citar estudos constantes de implantação do PLR, as alterações de linhas de modo a diversificar as rotas ofertadas e disponibilizar caminhos e rotas alternativas, ou mesmo, os testes que foram efetuados na Praça Barão do Rio Branco (Ponto Azul), em que os ônibus deixam os trabalhadores e clientes mais perto do comercio e consequentemente, proporcionandom mais rapidez na chegada ao Terminal para as conexões com os demais bairros", disse o secretário.

Do Vale ressalta que um maior planejamento, agregado a um modelo inovador reflete na qualidade de atendimento ao cidadão. "Um exemplo disso é o ônibus que faz Terminal Nova Rússia ao Terminal Central que antecipou, em média, aproximadamente 4 minutos por viagem. Parece pouco, mas isso impacta de maneira positiva para o munícipe", disse o secretário.

Entre as principais medidas, neste ano, estão o PLR UTFPR que teve início em fevereiro, o PLR Palmeirinha que começou em março, a linha UTFPR semi-expresso e nova linha Jardim Atlanta no mês de abril, o retorno da linha Barreto ao Corredor Santana no mês de maio, o retorno da linha São Gabriel e o atendimento aos munícipes para adequação da linha São Marcos ao horário de saída do Colégio Borel, no mês de junho. "Sabemos que ainda temos muito o que fazer, como também sabemos que não conseguiremos agradar todo mundo, mas sabemos que trabalhamos para dar uma resposta positiva para a maioria dos cidadãos que utilizam do transporte coletivo em Ponta Grossa", finaliza a prefeita. 

Aumento de passageiros no transporte coletivo

De acordo com o Departamento de Transporte, Ponta Grossa, atualmente, quase iguala o Índice de Passageiros por Quilômetros Rodados (IPK) de 1,62 de abril de 2019, antes da pandemia, alcançando 1,59. O secretário de Planejamento explica que este é um indicativo muito importante. "Na pandemia chegamos a 0,68 de IPK, ficamos nos momentos de pico de casos de covid-19 por 11 meses com o índice abaixo de 1,0. No entanto, neste ano vivemos uma crescente, acima de 1,4, chegando quase a 1,6. O que representa que o transporte coletivo volta a ser uma opção viável para o povo ponta-grossense. Vamos melhorar ainda mais o serviço para conseguirmos mais pessoas usando ônibus na cidade", explica Do Vale.

Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!