28/03/2021 às 11h08min - Atualizada em 28/03/2021 às 11h08min

​Pauliki questiona volta do Estar: "Parece que querem arrecadar na desgraça da população"

Empresário diz ainda que o poder público está "perdendo a mão" em relação à percepção do atual momento

Da redação
Foto: Reprodução / Facebook
O empresário Marcio Pauliki, presidente comercial das Lojas MM, usou as redes sociais na manhã deste domingo (28) para fazer uma dura crítica à volta da cobrança do Estar Digital em Ponta Grossa. 

Na visão do empresário, a suspensão do transporte coletivo até o dia 11 de abril (podendo se estender, caso os colaboradores e a concessionária não cheguem a um acordo), aliada à volta da cobrança do estacionamento regulamentado, passa a "impressão" de que o poder público municipal quer "arrecadar na desgraça da população".

"Pós 'lockdown', a decisão de continuar sem ônibus até o dia 11 e ainda voltar, já a partir de segunda-feira [29], a cobrar o Estar Digital mostra que realmente o poder público está perdendo a mão em relação à percepção do atual momento, que requer tato e diálogo com a sociedade", escreveu. 

Ao fim, Pauliki mandou um aviso aos governantes. "Ainda há tempo de consertar o estrago e voltar atrás", sugeriu. 

Estar

O retorno do Estar Digital a partir de segunda-feira (29) foi determinado pelo decreto municipal 18.797/2021, publicado pela Prefeitura de Ponta Grossa na última sexta-feira (26). 

Confira a publicação do empresário: 


Notícias Relacionadas »