26/07/2022 às 15h38min - Atualizada em 26/07/2022 às 15h38min

Suspeito de cometer roubo e estupro é baleado após ser ouvido e liberado pela polícia no PR

Caso foi registrado em Cafelândia, no oeste do estado

Foto: Polícia Militar
Um homem de 31 anos, suspeito de roubo e estupro foi baleado horas após ter sido ouvido e liberado pela Polícia Civil. O caso ocorreu em Cafelândia, no oeste do Paraná e é investigado pela Polícia Civil de Nova Aurora, na mesma região.

Os crimes, conforme a polícia, foram cometidos no sábado (23). Uma mulher de cerca de 30 anos procurou a Polícia Militar no domingo (24) relatando que na noite de sábado foi abordada na rua por um homem armado com um canivete.

Ele roubou o celular da vítima, a levou para uma construção e a estuprou. A mulher, conforme a polícia, recebeu os encaminhamentos necessários e o caso passou a ser apurado.

Na segunda-feira (25) outra mulher relatou à polícia ter sido vítima de estupro por um suspeito de características parecidas com as apresentadas pela outra vítima no domingo. Ambas relataram que ele usava um casaco verde e as ameaçou com um canivete.

Com imagens de câmeras de segurança da região, os policiais identificaram o suspeito e localizaram ele em uma rua de Cafelândia. Com o homem foi encontrado o canivete usado contra as vítimas nos crimes e o casaco citado por elas.

O homem estão foi conduzido à Nova Aurora e prestou depoimento, onde confessou os crimes, mas foi liberado porque a situação de flagrante já havia passado e não tinha mandado de prisão contra ele, segundo a polícia.

Horas após sair da delegacia ele foi atingido por disparos de arma de fogo.

A Polícia Civil informou que investiga a relação entre os crimes e que já tem um suspeito de ter atirado no homem que foi socorrido e está internado em Cascavel, no oeste do Paraná. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Conforme o delegado Ary Nunes Pereira foram abertos dois inquéritos policiais, um para apurar os crimes cometidos pelo homem e outro para apurar a tentativa de homicídio contra ele.

Com informações do 'g1'



Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!