31/03/2021 às 07h42min - Atualizada em 31/03/2021 às 07h42min

Morre em PG o médico Jogi Sumi

Sumi atuava como clínico geral e foi pioneiro na cirurgia plástica em Ponta Grossa

Da redação
Foto: Reprodução / Facebook

O médico cirurgião plástico e clínico geral Jogi Sumi, mais conhecido como "Dr. Sumi", morreu nesta terça-feira (30), em Ponta Grossa, por complicações decorrentes da COVID-19. O médico tinha 77 anos e estava internado no Hospital Universitário (HU).

Natural de Piracicaba (SP), Sumi era pai do também médico Eigi Ricardo Sumi. Além de Eigi, deixa os filhos Kenji (27), Luciana (32) e Karine (40). Era casado com Alci Aparecida Sumi. 

O corpo será velado na Capela Princesa. O sepultamento será às 16h, no cemitério Santa Luiza. 

Histórico exemplar 


Em outubro do ano passado, Sumi recebeu uma homenagem do Conselho Regional de Medicina (CRM) no Dia do Médico, sendo agraciado com o diploma de Mérito Ético-Profissional, conferido aos profissionais que completaram 50 anos de formados com “histórico exemplar”.

Formado pela Universidade Federal de Pelotas, Sumi possuía inscrições nos conselhos do Rio Grande do Sul (4914) e de São Paulo (18.891). Inscreveu-se no conselho do Paraná em julho de 1973. Era especialista em cirurgia plástica e cirurgia geral.


Notícias Relacionadas »