31/03/2021 às 14h45min - Atualizada em 31/03/2021 às 14h45min

​Operário homenageia os irmãos Genilton e Jailson, mortos pela COVID, nesta quarta

Ato também vai homenagear um diretor, um narrador esportivo e outros dois sócios-torcedores do clube, mortos pela doença

Da redação
Foto: Arquivo pessoal
O Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) solicitou à Federação Paranaense de Futebol (FPF), nesta terça-feira (30), que os irmãos gêmeos e sócios-torcedores Genilton e Jailson Rodrigues, mortos em decorrência da COVID-19, sejam homenageados com um minuto de silêncio antes da partida contra o Rio Branco, às 16h desta quarta-feira (31).

Assinada pelo presidente do OFEC, David Aroldo Nascimento, a carta também pede que um diretor, um narrador esportivo e outros dois sócios-torcedores do clube sejam homenageados no mesmo ato. 

Os homenageados são o diretor de patrimônio do Grupo Gestor do Operário, Luiz Alci Menezes Ferreira (morto no dia 10 de março); o narrador esportivo Luiz Fernando Fedeger (morto no dia 29 de março); e os sócios-torcedores José Geraldo Machado (morto em 28 de fevereiro), Luiz Antonio do Nascimento (morto em 14 de maio), e Genilton e Jailson Rodrigues (mortos em 13 de março e 15 de março respectivamente). 

O ato faz parte de um protocolo de jogo em homenagem às vítimas da COVID-19. 

Partida

O OFEC enfrenta o Rio Branco, na tarde desta quarta-feira (31), às 16h, no Estádio Germano Krüger, pela terceira rodada do Campeonato Paranaense.

Notícias Relacionadas »