02/04/2021 às 08h28min - Atualizada em 02/04/2021 às 08h28min

​Governo do PR já tem data para começar a vacinar forças de segurança

Previsão é que até o final de maio todas as forças de segurança tenham recebido a primeira dose

Da assessoria
Foto: SESP
A partir deste domingo de Páscoa (4), o Governo do Paraná inicia a vacinação dos profissionais da segurança pública do estado. As 2.277 doses exclusivas chegaram à Curitiba nesta quinta-feira (1) e serão distribuídas nas 23 Regionais de Saúde do Estado, onde os policiais receberão a primeira dose. A previsão é que até o final de maio todas as forças de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam no Paraná tenham recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

A distribuição seguirá os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, que enviará semanalmente novos lotes. Entre os primeiros imunizados estarão aqueles envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, resgates e atendimento pré-hospitalar, diretamente nas ações de vacinação e os que atuam na vigilância das medidas de distanciamento social e de fiscalização. 

O secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, centralizará as informações de quantitativo de todas as forças de segurança, que serão encaminhadas para a Secretaria de Saúde montar o cronograma de vacinação deste grupo. A imunização dos profissionais de segurança será feita pelas equipes de Saúde dos municípios.

“Criamos uma diretriz que contemplasse, nesse primeiro momento, os integrantes que se encaixam nos grupos previstos pela Saúde. A partir de agora, reuniões internas vão definir quais serão estes profissionais que receberão as primeiras doses”, disse Marinho. "Estamos sempre na linha de frente. Essas vacinas chegam num momento certo para imunizar nossos profissionais".

Serão vacinados, conforme critério da Saúde, profissionais da ativa das polícias Civil, Militar e Polícia Científica, Corpo de Bombeiros, guardas municipais, e polícias Federal e Rodoviária Federal e Forças Armadas que atuam no Estado. “É o início de um processo contínuo e progressivo e a expectativa é que até o final de maio todos os profissionais de segurança tenham recebido a primeira dose”, informou o chefe da Casa Civil, Guto Silva. 

PLANEJAMENTO - Integrantes da Secretaria de Estado da Saúde que fazem parte do planejamento de distribuição das vacinas trouxeram a proposta de imunização concentrando a vacinação nas 22 sedes regionais de Saúde do Estado (Curitiba, Paranaguá, Ponta Grossa, Cascavel, Irati, Foz do Iguaçu, Telêmaco Borba, Cianorte, Ivaiporã, Paranavaí, Toledo, Jacarezinho, Bandeirantes, Maringá, Francisco Beltrão, Pato Branco, Umuarama, Campo Mourão, Guarapuava, Apucarana, Londrina e Cornélio Procópio).

De acordo com um planejamento feito durante uma reunião, na tarde desta quinta-feira (1º/04), envolvendo as Secretarias de Estado da Segurança e da Saúde, Casa Civil, juntamente com os comandantes, chefes e diretores das forças de segurança municipal, estaduais e federais, estas primeiras doses serão destinadas a 1.298 policiais e bombeiros militares, 300 policiais civis, 310 guardas municipais, 110 agentes penitenciários, 70 integrantes da Polícia Científica, 90 policiais federais, 90 policiais rodoviários federais e 10 militares do Exército Brasileiro (estes números compreendem profissionais distribuídos em todo o estado do Paraná).

A partir disso, a Secretaria da Segurança Pública, juntamente com as forças, vão definir, com base nos critérios do Ministério da Saúde e Secretaria da Saúde, quais são os profissionais que serão imunizados no domingo. Os demais ficarão para os próximos lotes e serão informados conforme as doses forem chegando. A imunização dos profissionais de segurança será feita pelas equipes dos municípios. São 1.850 equipes com salas de vacinação montadas em todo Paraná.

Notícias Relacionadas »