04/04/2021 às 07h59min - Atualizada em 04/04/2021 às 07h59min

​Pastor de PG morre por complicações da COVID-19

Sacerdote deixa esposa e dois filhos

Da redação
Foto: Reprodução / Facebook
O pastor Acy Ramalho Hepp morreu, aos 80 anos, por complicações decorrentes da COVID-19 na última quinta-feira (1), em Ponta Grossa.
 
Hepp atuava como sacerdote da Igreja Luterana Santa Cruz e foi sepultado no Cemitério Santo Antônio na manhã do dia seguinte, sexta-feira (2).

O pastor deixa a esposa, Eleonor, e dois filhos, Martin e Marcos. 

“Pastor raiz”

De quinta-feira até este domingo (4), as redes sociais foram tomadas de publicações lamentando a morte do líder religioso. 

“Todos nós, pastores que estagiaram com ele, pastores que trabalharam com ele, sua família, IELB [Igreja Evangélica Luterana do Brasil] em Ponta Grossa e no Brasil, todos nós perdemos com a sua partida e sentimos um vazio. Mas, quem parte no Senhor só lucra, não fica no prejuízo, nunca perde. Como diz o apóstolo Paulo aos Filipenses, prevendo a sua partida: ‘O meu viver é Cristo, e o morrer é lucro’”, escreveu um colega de pastorado. 

Um pastor da mesma denominação elogia a fidelidade e alegria de Hepp no serviço a Deus, a dedicação do sacerdote ao ministério e o exemplo dele como marido e pai. “Era um pastor ‘à moda antiga’, o equivalente a ‘pastor raiz’, Pastor com ‘P’ maiúsculo. A Igreja perde um genuíno pastor, que honrou e dignificou o seu chamado”, lamenta. 

Notícias Relacionadas »