02/12/2022 às 09h00min - Atualizada em 02/12/2022 às 09h00min

​Busca por sobreviventes entra no 4º dia após deslizamento na BR-376

Segundo o gabinete de crise, todos os veículos visíveis já foram retirados do local; até agora, dois óbitos foram confirmados

Informações: Banda B
Divulgação AEN
As buscas pelas vítimas do deslizamento de terra na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, entraram no quarto dia nesta sexta-feira (2). Segundo o último boletim divulgado pelas autoridades paranaenses, na última quinta-feira (1º), até o momento seis pessoas foram resgatadas com vida e duas mortas.

O gabinete de crise, que reúne as autoridades que atuam no resgate, confirmou no começo da noite da última quinta-feira (1º) o nome da segunda vítima. Trata-se do caminhoneiro Marcio Rogerio de Souza, de 51 anos - leia a notícia aqui.

Conforme o gabinete de crise, a estimativa de potenciais vítimas continua reduzida em relação à previsão original, que era de 30 pessoas. As projeções podem ser alteradas à medida que novas informações vão sendo coletadas.


Veículos removidos

Conforme o gabinete, nessa quinta-feira (1º), chegou ao fim o trabalho de remoção de todos os veículos que estavam visíveis desde o início do atendimento. Foram retirados seis caminhões e cinco veículos de passeio.

Os trabalhos continuaram durante a madrugada e as equipes receberam reforço de máquinas nas primeiras horas da manhã.

Após a liberação do sentido norte, as equipes que estão trabalhando em cooperação no local do incidente iniciaram a remoção de terra da pista sentido sul. O volume é bastante elevado e de operação sensível, segundo o Corpo de Bombeiros.


Pessoas desaparecidas

Familiares e amigos de pessoas que possam ter desaparecido nesse local podem entrar em contato com a Central de Atendimento disponibilizada pela Polícia Científica, pelo telefone (41) 3361-7242.

O serviço é 24 horas. Além disso, outras informações sobre o evento podem ser obtidas pelos telefones do Centro de Operações Cidade da Polícia 0800-282-8082.
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!