02/12/2022 às 14h32min - Atualizada em 02/12/2022 às 14h32min

​Uruguai vence Gana, mas é eliminado da Copa do Mundo

Seleção sul-americana perdeu a vaga para a Coreia do Sul pelo saldo de gols

Da redação
Divulgação
O Uruguai esteve perto de avançar para as oitavas de final da Copa do Mundo nesta sexta-feira. A Celeste venceu Gana por 2 a 0, com gols de Arrascaeta, mas acabou sendo eliminado porque a Coreia do Sul derrotou Portugal e ficou com a vaga. Pelo saldo de gols, a seleção sul-americana se despediu do Mundial junto com os africanos.

Sem ter marcado ainda nenhum gol na Copa do Mundo e com a obrigação da vitória para avançar para as oitavas de final, o Uruguai teve uma escalação mais ofensiva para enfrentar Gana. O técnico Diego Alonso apostou em um quarteto formado por Pellistri, Arrascaeta, Darwin Núñez e Suárez para tentar superar a defesa africana.

Apesar da escalação mais ousada de Alonso, foi Gana que teve tudo para sair em vantagem. Aos 15 minutos,  Jordan Ayew chutou, Rochet deu rebote e derrubou Iñaki Williams , que chegava para o rebote. Inicialmente foi marcado impedimento no lance, mas o VAR apareceu para confirmar o pênalti.

A bola do jogo para Gana esteve nos pés de André Ayew, que desperdiçou. O camisa 10 bateu fraco  e Rochet fez a defesa para se redimir do erro que lhe levou a cometer o pênalti.

Reviver o drama de 12 anos atrás pesou para Gana, quando, na Copa da África do Sul, a seleção ganesa teve uma penalidade para cobrar no último minuto da prorrogação e acabou desperdiçando. Na ocasião, Suárez foi expulso por, antes do pênalti, ter tirado a bola que entrava com a mão. O fantasma de 2010 voltou a atormentar os ganeses que claramente sentiram animicamente o pênalti perdido. E o Uruguai soube aproveitar tendo Arrascaeta como condutor. Primeiro ele serviu Darwin Núñez, que deu uma cavadinha por cima do goleiro Ati Zigi. A bola ia entrando quando Thomas Partey apareceu para salvar.

Se não deu como garçom, Arrascaeta acabou virando goleador. Aos 25, Suárez recebeu cruzamento de Darwin Núñez, cortou o zagueiro e chutou. Ati-Zigi chegou a fazer uma defesa parcial, mas Arrascaeta apareceu como um centroavante para empurrar para o gol.

O jogador do Flamengo voltou a balançar as redes seis minutos depois, dessa vez com um golaço. Após cruzamento de Suárez, ele bateu de primeira para vencer o goleiro e dobrar a vantagem sul-americana diante de uma seleção de Gana sem reação.

O primeiro tempo só não foi perfeito para o Uruguai porque o volante  Bentancur sentiu lesão e precisou ser substituído por Vecino já virando dúvida em caso de classificação para as oitavas de final, o que ficou bem encaminhado nos primeiros 45 minutos com a vantagem de 2 a 0.

O primeiro tempo só não foi perfeito para o Uruguai porque o volante  Bentancur sentiu lesão e precisou ser substituído por Vecino já virando dúvida em caso de classificação para as oitavas de final.

Gana voltou para a etapa final com duas trocas. Solemana e Bukari entraram nos lugares de André e Jordan Ayew. A equipe do técnico Otto Addo iniciou tentando pressionar o Uruguai. Os africanos chegaram com perigo aos 10 minutos em lançamento para Sulemana, que dividiu com Rochet.

Alemanha só venceu duas partidas em Copas desde o tetra de 2014Alemanha só venceu duas partidas em Copas desde o tetra de 2014
A "maldição" que assombra algozes do Brasil em Copas do MundoA "maldição" que assombra algozes do Brasil em Copas do Mundo
Logo na sequência,  Darwin Núñez caiu na área em disputa com  Amartey e os uruguaios pediram pênalti. O VAR chegou a chamar o árbitro Daniel Siebert para revisão, mas o alemão optou por manter a decisão do campo após assistir ao replay.

O Uruguai teve outra chance para ampliar aos 20 minutos. Suárez serviu Pellistri na área, mas o garoto acertou a rede pelo lado de fora. Essa foi a última jogada da dupla. Antes de Gana bater o tiro de meta, Alonso mandou Cavani e De la Cruz a campo junto nas vagas de Suárez e Pellistri.

A partida seguiu sob controle uruguaio. Gana só conseguiu levar perigo a Rochet na reta final da partida, mas o goleiro, que mostrou insegurança em alguns momentos, apareceu bem para defender o chute forte de Bukari aos 36. 

Tudo ia bem para o Uruguai contra Gana, mas no Estádio da Educação a Coreia do Sul virou o placar diante de Portugal. A vitória sul-coreana obrigava a Celeste a fazer mais um gol para obter a classificação. A imagem de Suárez desesperado no banco de reservas refletiu o sentimento uruguaio. Em campo, a Celeste não teve forças para buscar o terceiro gol e acabou eliminada do Mundial.
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!