09/12/2022 às 09h48min - Atualizada em 09/12/2022 às 09h48min

Audiência sobre morte de terapeuta acontece nesta sexta em PG

Luiz Carlos Vantroba foi morto a facadas em 23 de novembro, dentro de uma Paróquia do Município

Da redação
Divulgação
Acontece na manhã desta sexta-feira (9), a partir das 10h30, a audiência sobre o caso do adolescente que matou a facadas o terapeuta Luiz Carlos Vantroba (39 anos), dentro da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, em Ponta Grossa – relembre o caso acessando aqui. A audiência ocorrerá no Fórum da cidade, na Vara da Infância e da Juventude – Seção Infracional. A informação é do advogado Carlos Lopatiuk, que representa o menor de idade.

Durante a audiência, a defesa pretende solicitar a desinternação do adolescente, que foi apreendido pela Polícia Civil de Ponta Grossa em 28 de novembro – mais detalhes veja aqui. “Provar-se-á a ausência de riscos a sociedade e por comprovante dos remédios, da depressão, da escola, da igreja, das testemunhas. Somado sobretudo as circunstâncias pessoais que são favoráveis ao menor que não registra passagem”, explica Lopatiuk ao Portal aRede.


Caso repercute na cidade

Em 23 de novembro, Luiz Carlos Vantroba foi morto a facadas por um adolescente de 16 anos. A situação repercutiu em toda a cidade, inclusive em Brusque (SC), onde o terapeuta também realizava atendimentos à população. Na ocasião, o terapeuta ocupacional realizaria uma ‘sessão’ com o jovem, quando o adolescente desferiu golpes de faca contra Luiz, dentro da própria Paróquia.

As investigações do caso são comandadas pelo delegado Fernando Maurício Jasinski, responsável pelo ‘Setor de Homicídios’ da Polícia Civil de Ponta Grossa.
Link
Notícias Relacionadas »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com NCG News!